Saiba quais as evoluções da tecnologia no tênis

tênis de mesa
Saiba quais são os fundamentos do tênis de mesa
11/12/2021
Alexander Zverev
Alexander Zverev: conheça a sua biografia!
14/01/2022

Saiba quais as evoluções da tecnologia no tênis

Tênis

O tênis é uma modalidade esportiva que surgiu no século XIV, mas que só passou a ser jogada profissionalmente em meados dos anos 1960. Durante esse período, muita coisa nesse esporte evoluiu. Quando surgiram os primeiros atletas amadores, eles utilizavam as mãos como instrumento para arremessar a bolinha, que eram confeccionadas com pele de carneiro e preenchidas com lã. Mas graças ao advento da tecnologia, é possível observar grandes avanços no tênis dentro e fora de quadra.

As raquetes surgiram um tempo depois, para evitar as lesões que se tornaram muito recorrentes entre os praticantes. E elas também evoluíram bastante ao longo dos anos. Os primeiros modelos eram feitos de madeira e cordas de tripa de ovelha usadas na diagonal que davam o formato oval na ponta. Atualmente já é possível encontrar modelos com que possuem chips integrados, que geram dados reais sobre os golpes que o tenista realiza, fornecendo informações cruciais para melhorar a performance dos atletas profissionais ou amadores. E os avanços no tênis não pararam por aí. Essa evolução pode ser observada de várias outras formas. 

O hawk-eye ou olho de falcão passou a ser utilizado em 2006 e funciona como uma espécie de tira-teima, para auxiliar árbitros em decisões de lances subjetivos que deixam dúvidas. Câmeras captam diversos ângulos da partida, de forma a acompanhar por completo a trajetória da bola, que pode alcançar até 200km por hora. O mesmo sistema é utilizado em outras modalidades como o rugbi e o críquete. 

As superfícies das quadras também não ficaram de fora dos avanços oferecidos pela tecnologia no tênis. Atualmente os torneios já contam com uma diversidade muito grande de materiais que podem compor o chão das quadras, de acordo com a necessidade. São muito utilizados látex, borracha, partículas de plástico e até mesmo acrílico. O concreto e asfalto muitas vezes também entram para compor a mistura. O quique da bola e a velocidade dela podem ser afetados de acordo com a escolha dos materiais. Por isso, é importante que os tenistas estejam atentos a esses detalhes que fazem a diferença na hora da partida. 

A tecnologia ofereceu avanços no tênis não só para os atletas profissionais. Os tenistas amadores também se beneficiam dessa evolução. A começar pelas redes sociais que revolucionaram a forma dos profissionais se relacionarem com os fãs, admiradores e praticantes do esporte. O suíço Roger Federer, um dos maiores tenistas da atualidade, já realizou transmissões ao vivo de suas partidas que bateram a marca de mais de 1.1 milhão de espectadores. Essas ferramentas com certeza contribuem e muito para a popularização da modalidade.