Torneios

Dias depois de disputar a Rio 2016, os melhores jogadores do mundo já estavam em quadra, agora nos Estados Unidos, para disputar o 7º Masters 1000 do ano. Além de Roger Federer, que publicou estar fora do restante da temporada, a ausência mais sentida foi a do número 1 do mundo, Novak Djokovic. O sérvio preferiu se poupar para chegar inteiro no US Open, o último Grand Slam da temporada.

Com isso, Andy Murray passou a ser o cabeça de chave número 1. E não decepcionou. O britânico, que entrou em quadra com uma raqueteira com a palavra “sorte” escrita, em alusão ao ouro olímpico conquistado no Rio, chegou a grande final sem sequer ser ameaçado. No entanto, na decisão, ele encarou um inspirado Marin Cilic. O croata campeão do US Open de 2014 estava com o saque e o forehand afiados e não deu muitas chances ao errático Murray. Mas foi com um backhand na paralela com a bola de tênis na linha que Cilic cravou 6-4 e 7-5 e venceu seu primeiro Masters 1000 da carreira e voltou ao top 10.

Já no feminino, o torneio poderia definir uma nova número 1 do mundo. Com a ausência de Serena Williams, bastava que Angelique Kerber levantasse a taça para ser a primeira do ranking. E foi por pouco. A alemã até alcançou a final, mas não resistiu à pressão e sucumbiu diante de Pliskova, que venceu por 6-3 e 6-1.

Brasil também é campeão

Marcelo Melo levantou o troféu ao lado de seu parceiro habitual, o croata Ivan Dodig. Na grande final, a dupla do brasileiro bateu Rojer e Tecau por 7-6, 6-7 e 10-6. É o quinto Masters 1000 da carreira do mineiro, sendo o segundo consecutivo. Marcelo continua como número 3 do mundo e a dupla subiu uma posição na corrida anual. Agora ela é a quarta melhor, logo atrás da dupla Bruno Soares e Jamie Murray.

23/08/2016

Marin Cilic e Karolina Pliskova são os campeões do Masters 1000 de Cincinnati

Dias depois de disputar a Rio 2016, os melhores jogadores do mundo já estavam em quadra, agora nos Estados Unidos, para disputar o 7º Masters 1000 do ano. Além de Roger Federer, que publicou estar fora do restante da temporada, a ausência mais sentida foi a do número 1 do mundo, Novak Djokovic. O sérvio preferiu se poupar para chegar […]
16/08/2016

O Melhor do Tênis na Rio 2016

O tênis nas Olimpíadas 2016 foi marcado por grandes jogos, emoção, surpresas e superação de limites. Foram 15 medalhas distribuídas em 5 categorias: simples masculino e feminino e duplas masculinas, femininas e mistas. No final, melhor para os Estados Unidos, que conseguiram uma medalha de cada cor. Os outros medalhistas de ouro foram Porto Rico, Espanha, Rússia e Grã-Bretanha. Simples […]
09/08/2016

Tênis nas Olimpíadas Tênis nas Olimpíadas

Os jogos olímpicos começaram e o tênis não ficou de fora. Logo nos primeiros dias, várias partidas tiraram o fôlego da torcida. Novak Djokovic, Rafael Nadal, Serena Williams e outras estrelas estiveram em quadra e colocaram a bola para andar. O maior destaque sem dúvidas ficou para o jogaço entre Djokovic e Del Potro. A partida de primeira rodada foi […]
01/08/2016

Novak Djokovic é o grande campeão do Masters 1000 de Toronto

Algumas semanas depois de Sam Querrey assombrar o mundo do tênis, tudo voltou ao normal: Djokovic vencendo com sobras e erguendo o troféu. Sem mostrar a insegurança de quando foi derrotado pelo americano em Wimbledon, o número 1 do mundo fez uma semana próxima da perfeição e conquistou seu 30º título de Masters 1000, abrindo vantagem em relação aos 28 […]
11/07/2016

Os campeões de Wimbledon 2016

No último domingo (10) teve fim mais uma edição do tradicional torneio londrino de Wimbledon. Em 15 dias de disputas nas quadras do charmoso All England Club, nomes já conhecidos levaram a melhor na chave simples do Gram Slam: a norte- americana Serena Willians e o britânico Andy Murray. Serena Willians consagrou-se heptacampeã de Wimbledon no sábado (9) e além […]