O Melhor do Tênis na Rio 2016

Tênis nas Olimpíadas Tênis nas Olimpíadas
09/08/2016
Marin Cilic e Karolina Pliskova são os campeões do Masters 1000 de Cincinnati
23/08/2016

O Melhor do Tênis na Rio 2016

O tênis nas Olimpíadas 2016 foi marcado por grandes jogos, emoção, surpresas e superação de limites. Foram 15 medalhas distribuídas em 5 categorias: simples masculino e feminino e duplas masculinas, femininas e mistas. No final, melhor para os Estados Unidos, que conseguiram uma medalha de cada cor. Os outros medalhistas de ouro foram Porto Rico, Espanha, Rússia e Grã-Bretanha.

Simples masculino

Antes do torneio começar, todos se perguntavam se alguém poderia derrotar Novak Djokovic. E a resposta veio logo na primeira fase, quando um inspirado Juan Martin Del Potro não deu chances para o número 1 do mundo e passou de fase. O argentino ainda superaria Rafael Nadal em uma partidaça válida pelas semifinais.

Na final, porém, Delpo encarou o número 2 do mundo, Andy Murray, e não resistiu. O jogo que passou de 4 horas de duração foi recheado de grandes jogadas e alternâncias no placar. No fim, o físico pesou e o britânico faturou o ouro ao vencer por 3 sets a 1 (7-5, 4-6, 6-2 e 7-5).Com o resultado, Murray passa a ser o primeiro bicampeão olímpico em simples da história.

O bronze ficou com o japonês Kei Nishikori, que bateu Rafael Nadal por 2 sets a 1 (6-2, 6-7 e 6-3). Foi a primeira medalha japonesa no tênis da história olímpica. O jogo foi marcado por ampla superioridade de Nishikori, que vencia um claramente exausto Nadal por 1 set a 0 e duas quebras no segundo set. No entanto, o espanhol medalhista de ouro em 2008 não se deu por vencido, se recuperou no set de maneira espetacular e levou a partida para a terceira parcial. Porém, a reação parou por aí e o Japão levou o bronze. O brasileiro Thomaz Bellucci fez um grande torneio e passou por Brown, Cuevas e Goffin. Porém, o brasileiro não conseguiu superar Nadal nas quartas de final, mesmo após vencer o primeiro set, e ficou sem medalhas.

Simples feminino

Assim como no masculino, o favoritismo era todo da número 1 do mundo. E Serena Williams até começou bem, ao vencer suas duas primeiras partidas com autoridade. Mas, nas oitavas de final, a americana encontrou uma inspirada Elina Svitolina e deu adeus ao torneio. Com a saída de Serena, todo o favoritismo caiu no colo da número 2 do mundo, Angelique Kerber. A alemã avançou até a final sem perder sets, mas ainda teria que superar a sensação do torneio, Monica Puig.

A porto-riquenha número 35 do mundo atropelou todo mundo até chegar às semifinais, inclusive a número 3 do mundo, Garbiñe Muguruza. Nas semis, ela bateu Petra Kvitova em 3 sets e marcou o encontro contra Kerber. E por 2 sets a 1 (6-4, 4-6 e 6-1), Puig escreveu seu nome na história e ganhou a primeira medalha de ouro de Porto Rico em Olimpíadas. O bronze ficou com a tcheca Petra Kvitova, que bateu a americana Madison Keys por 2 sets a 1 (7-5, 2-6e 6-2).

Duplas masculina

Nossa maior chance de medalha estava nas raquetes de Marcelo Melo e Bruno Soares. Os mineiros bateram a dupla de Djokovic e vinham embalados até duelarem contra Mergea e Tecau nas quartas de final. Os romenos venceram por 2 sets a 1 e o time brasileiro deu adeus à competição.

Mergea e Tecau chegaram a grande final, mas não resistiram a excelente atuação de Rafael Nadal, que formou dupla com Marc López. No fim, os espanhóis venceram por 2 sets a 1 (6-2, 3-6 e 6-4) e ficaram com o ouro. O bronze foi conquistado pela dupla americana Steve Johnson e Jack Sock, que bateram os canadenses Vasek Pospisil e Daniel Nestor por 2 sets a 0 (6-2 e 6-4).

Duplas femininas

As russas Makarova e Vesnina levaram a medalha de ouro após bater as suíças Bacsinszky e Hingis por 2 sets a 0 (6-4 e 6-4). O bronze ficou para as tchecas Safarova e Strycova, que venceram as também tchecas Hlavackova e Hradecka por 2 sets a 0 (7-5 e 6-1). A grande decepção foram as irmãs Williams que sequer passaram da primeira fase, quando perderam para a dupla medalhista de bronze.

Duplas mistas

Marcelo Melo e Teliana Pereira até bateram a dupla cabeça de chave número 1 na primeira rodada, mas sucumbiram diante de Sock e Mattek-Sands, que ficariam com a medalha de ouro em uma final americana contra Ram e Venus Williams. O bronze novamente foi para a República Tcheca, da dupla Stepanek e Hradecka.

Pró Spin
Pró Spin
Somos a Pró Spin, uma loja virtual pioneira na venda de artigos esportivos pela internet que hoje pertence a um grupo empresarial chamado PS Esportes. A Pró Spin nasceu da necessidade de se adquirir produtos de qualidade e procedência no mercado eletrônico. Hoje é destaque no competitivo mercado online por respeitar o consumidor, oferecendo ótimas condições de pagamento, ofertas exclusivas, além de muita variedade de produtos de extrema qualidade.