Mudanças em ranking ATP em 2020/21

Raquete de Tênis
A evolução das raquetes de tênis
08/12/2021
Esportes com raquete
Esportes com raquete: Saiba quais benefícios oferecem!
10/12/2021

Mudanças em ranking ATP em 2020/21

ranking ATP

A pandemia de covid-19 que atingiu todo o mundo também interferiu de forma direta e impactante o mundo dos esportes. Além do adiamento das Olimpíadas de Tóquio de 2020 para 2021, todos os campeonatos, torneios e disputas individuais das modalidades tiveram seus calendários afetados pelo vírus.

Com o tênis não foi diferente. Num primeiro momento, muitos torneios foram cancelados. Mas com o início da retomada das disputas, a Associação de Tênis Profissional (ATP), responsável por organizar os principais torneios mundiais do esporte e por controlar o ranking dos atletas, precisou tomar algumas medidas para garantir o equilíbrio da classificação. O órgão optou por congelar a classificação e a pontuação dos tenistas entre os meses de março e agosto de 2020. Ao longo desse período, o ranking ATP teve o  sistema de pontuação alterado algumas vezes, para conseguir realizar o processo de descongelamento. 

Em meados de outubro de 2021, a ATP impôs uma nova mudança no sistema de pontos, por conta de dois torneios que foram disputados em datas diferentes no ano de 2020, o de Nur-Sultan e o de Sofia, e acabaram acontecendo antes de completarem um ano de suas edições anteriores, impactando diretamente nos números dos atletas.

O ranking ATP acabou descartando os pontos adquiridos nas últimas edições dos torneios, antes de completarem cinquenta e duas semanas. Com isso, alguns atletas tiveram a pontuação alterada, o que poderia gerar problemas na classificação com as disputas dos torneios seguintes. 

A ATP optou então por permitir que os tenistas somassem em suas classificações os pontos conquistados nos dois torneios disputados anteriormente, até eles completarem as cinquenta e duas semanas referentes ao período de um ano de intervalo entre uma edição e outra. Após esse prazo expirar, os pontos serão descontados. 

O caso que melhor ilustrou essa mudança foi o do tenista italiano Jannik Sinner que foi bicampeão do torneio de Sofia e após ter os pontos devidamente repostos pela ATP, somou 500 pontos no total. A pontuação dele referente ao torneio da edição anterior será válida até o dia 9 de novembro, quando ele terá um desconto. Já os pontos conquistados na disputa deste ano, valem até outubro do ano que vem. 

Essa foi a quarta alteração no sistema de pontos imposta pela ATP desde o início da pandemia de covid-19. A medida impacta também nos torneios seguintes de Indian Wells e Masters de Xangai. Os pontos conquistados nessas disputas terão validade de um ano. 

Por conta de todo esse imbróglio, a entidade aproveitou para informar que o ranking ATP só deve estar 100% normalizado a partir de agosto de 2022. Vale lembrar que essa previsão só se concretizará caso não haja novos adiamentos ou cancelamentos de torneios de tênis em decorrência da pandemia de covid-19.