Descubra porquê o Big Three domina o tênis masculino

King Richard e a incrível carreira das irmãs Williams no tênis
25/02/2022
Ranking ITTF: Conheça os 3 melhores jogadores de tênis de mesa
11/03/2022

Descubra porquê o Big Three domina o tênis masculino

Rafael Nadal, Novak Djokovic e Roger Federer, conhecidos como Big Three, há 20 anos dominam o tênis mundial. Desde 2003, eles conquistaram 60 dos 76 Grand Slams!

Cada um deles possui conquistas notórias. Nadal conta com 13 títulos em Rolland Garros, Djokovic tem 9 títulos no Australian Open e Federer é o rei de Wimbledon e do US Open, com 8 e 5 títulos, respectivamente. 

Novak Djokovic é o maior destaque do trio

A disputa que mais ocorreu foi entre Djokovic e Nadal, totalizando 58 partidas, com uma pequena vantagem do sérvio: 30 a 28. Ele também superou o suíço Federer com um resultado de 27 a 23.

Por muito tempo, Roger Federer deteve o maior recorde com 310 semanas como número 1 do mundo, incluindo 237 semanas consecutivas no topo do ranking ATP.

Porém, no ano passado, Novak Djokovic superou Federer ao ficar 361 semanas seguidas como número 1 no ranking ATP. Atualmente, ele está na segunda colocação, Nadal aparece em quarto lugar e Federer em 27.

Rafael Nadal: o maior campeão de Grand Slams

Rafael Nadal venceu o Aberto da Austrália deste ano e conquistou o seu 21º título de Grand Slam, o que o coloca como o maior vencedor desse título da história do tênis masculino.

O Big Three estava empatado com 20 títulos cada um, mas Nadal, depois de superar a sua lesão no pé, ultrapassou Novak Djokovic e Roger Federer.

Além disso, o espanhol é o jogador com o maior número de vitórias em uma mesma competição, empatado apenas com Federer em Wimbledon.

Daniil Medvedev agora ameaça o Big Three

Medvedev conquistou o posto de número 1 do mundo em fevereiro de 2022, interrompendo uma série de 921 semanas com os tenistas do Big Three se alternando na liderança. 

Desde 2004, somente Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray haviam ocupado o primeiro lugar no ranking. 

Djokovic perdeu forças ao não competir no Aberto da Austrália deste ano devido às polêmicas envolvendo sua decisão de não se vacinar contra o coronavírus. Somente não foi superado depois desta competição porque Rafael Nadal ganhou de Medvedev na final.

Mas não demorou muito para que Medvedev superasse o sérvio. O russo optou por disputar o ATP em Acapulco, se classificando para as quartas de final, enquanto Djokovic foi eliminado nessa mesma fase em Dubai. 

Daniil Medvedev é um número 1 diferente do Big Three. Ele não precisou de sequências incríveis como os três para chegar ao topo, além de não ter grandes resultados nos quatro pisos. 

Entretanto, não tem como tirar o mérito do russo. Em 2020, ele conquistou o ATP Finals e em 2021 o US Open. Até agora, já tem 10 títulos em sua carreira.