Lançamento mundial das Raquetes Wilson Ultra acontece no Brasil Open 2016
26/02/2016
Brasileiros têm até dia 21 de março para se inscrever no Rendez-Vous à Roland-Garros
14/03/2016

Elas fizeram história

A Pró Spin aproveita o mês em que o mundo celebra a importância da mulher na sociedade, para homenagear as tenistas brasileiras que fizeram história no Brasil e fora dele também. Com muita garra e graça, elas são referência para nova geração e mostram que o “sexo frágil” é mais poderoso do que a gente possa imaginar. Um dos principais nomes no cenário nacional é o de Maria Esther Bueno. Ela começou a praticar tênis aos seis anos de idade e o amor ao esporte transformou-se em: sete títulos no torneio de Forest Hills, sete vezes ganhadora em Wimbledon e 580 títulos conquistados durante os 20 anos dentro das quadras.  Maria Esther foi à única brasileira a ter seu nome escrito no International Tennis Hall of Fame, de Nova York. Em 2000 foi eleita a maior tenista de todas as Américas do século XX.

Nascida em Salvador Patrícia Medrado, além de ser imbatível nas quadras, levantou a bandeira da igualdade de prêmios entre homens e mulheres no esporte. Conquistou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos do México em 1975. Por 11 anos consecutivos Patrícia foi a número 1 no Brasil, representou o País na Copa Davis por 14 anos entre tantas outras conquistas. Atualmente ela é tetracampeã mundial na categoria seniors. Os oito anos em que Claudia Monteiro jogou tênis profissionalmente lhe rendeu ser 3ª melhor brasileira no ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA) e 72ª colocada no ranking mundial. Outro nome que jamais será esquecido é o de Gisele Miró. Ela ganhou duas medalhas nos Jogos Pan-americanos de Indianápolis 1987, sendo uma de ouro no individual e outra de bronze nas duplas mistas ao lado de Fernando Roese.

Na década de 80 outras brasileiras fizeram história nas disputas femininas de tênis: Dada Vieira e Niege Dias.   Niege, que hoje dá aulas de tênis em Porto Alegre, foi ganhadora do título WTA de Barcelona, em abril de 1988. Durante 27 anos ela vigorou como a última brasileira a ganhar competição nível WTA até a chegada da determinada Teliana Pereira. Pernambucana e irmã do também tenista José Pereira, Teliana quebrou o Jejum de mais de 20 anos em abril do ano passado ao vencer por dois sets a zero a cazaque Yaroslava Shvedova, em Bogotá,   na Colômbia (2015).  Sua carreira profissional começou em 2005, em 2007 ganhou destaque ao conquistar três títulos seguidos no circuito future em Atenas na Grécia, em Amiens na França e em Foggia, na Itália.

Hoje ela é a número 50 no WTA e infelizmente não conseguiu se classificar para continuar da disputa no Premier de Indian Wells, torneio que acontece nos EUA. Ela perdeu na última quarta-feira (9) para a japonesa Kurumi Nara, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2. Independente da derrota no Premier, Teliana é a promessa do tênis feminino para este ano.

Essa foi uma singela homenagem da Pró Spin, amante do tênis,  que sabe da importância dessas grandes mulheres ao esporte no País.  Sem elas as quadras não teriam cor, brilho, nem glamour, concordam?

Pró Spin
Pró Spin
Somos a Pró Spin, uma loja virtual pioneira na venda de artigos esportivos pela internet que hoje pertence a um grupo empresarial chamado PS Esportes. A Pró Spin nasceu da necessidade de se adquirir produtos de qualidade e procedência no mercado eletrônico. Hoje é destaque no competitivo mercado online por respeitar o consumidor, oferecendo ótimas condições de pagamento, ofertas exclusivas, além de muita variedade de produtos de extrema qualidade.