Wapa anuncia mudanças na punição por uso de Meldonium

Torneios de Tênis
Seis torneios agitam o mês de Abril
11/04/2016
Roland Garros
Roland Garros tem Rafael Nadal como favorito e prêmio milionário
03/05/2016

Wapa anuncia mudanças na punição por uso de Meldonium

Antidoping

O antidoping, teste que identifica o uso de medicamentos que ajudam a melhorar a performance de atletas, sempre traz controvérsias ao esporte, e no tênis não é diferente. Em março desse ano a tenista russa Maria Sharapova foi pega no exame feito pela Agência Mundial Antidoping (da sigla em inglês Wada), durante o torneio Aberto da Austrália, em janeiro.

Só em março a notícia veio a público quando a tenista convocou a imprensa para relatar o resultado do antidoping. “Cometi um erro enorme e decepcionei meus fãs e o esporte, que pratico desde os quatros anos e amo tanto. Eu tomo o medicamento (Mildronate) desde 2006 receitado pelo meu médico, e não sabia que ele era proibido”, afirmou a tenista na data ao que completou. “Não quero terminar a carreira assim”.

A tenista foi acusada de utilizar de forma ilegal o Meldonium, utilizado no tratamento de isquemia, que decorre da falta de circulação de sangue no corpo, substância essa que foi inclusa na lista da Wada como proibida só no começo deste ano, sendo considerado um “modulador metabólico” o que elevaria de forma ilegal a performance do tenista em quadra. Maria Sharapova, que é vencedora de cinco Gram Slam e ex-número 1 do mundo, estava suspensa desde o dia 12 de março e pode ser perdoada pelo deslize cometido. No dia do anúncio a tenista mostrou-se preocupada com o seu futuro e chegou a afirmar que esperava “ter uma nova chance no tênis”. Parece que ela terá.

No começo desta semana a Wada mandou um comunicado às federações de tênis mudando as regras sobre a substância Meldonium. A punição, ou não, do tenista que for flagrado no exame antidoping dependerá da quantidade da substancia encontrada no organismo.

Novas regras

Os tenistas flagrados no exame até o dia 1º de março poderão ser anistiados caso haja entre 1 e 15 microgramas de Meldonium por mililitro de urina no material analisado. Já os atletas que forem pegos no antidoping após esta data, a quantidade máxima seria de 1 micrograma por mililitro. Ainda segundo o comunicado da Wada, a agência por não saber por quanto tempo o Meldonium fica no organismo, achou melhor esperar por um laudo mais técnico antes de punir os atletas que fizeram uso da substância em anos anteriores, conforme sinalizou o comunicado: “Por esta razão, um painel de audiência pode justificadamente determinar que um atleta que fez uso do Meldonium antes de 1º de janeiro de 2016 poderia não saber ou suspeitar que a substância estaria presente em seu organismo após 1º de janeiro”.

Por não conseguir determinar o período em que o medicamento foi usado pelo tenista, a “Wada considera que pode não haver falha ou negligência por parte do atleta”, finalizou em nota oficial a agência

Pró Spin
Pró Spin
Somos a Pró Spin, uma loja virtual pioneira na venda de artigos esportivos pela internet que hoje pertence a um grupo empresarial chamado PS Esportes. A Pró Spin nasceu da necessidade de se adquirir produtos de qualidade e procedência no mercado eletrônico. Hoje é destaque no competitivo mercado online por respeitar o consumidor, oferecendo ótimas condições de pagamento, ofertas exclusivas, além de muita variedade de produtos de extrema qualidade.