Pró Spin

Muitos jogadores e treinadores falam que o tênis é um esporte mental. O jogador ex número do 1 do mundoJimmy Connors, relata que na sua opinião o tênis é 95% mental. Mas o que os especialistas de psicologia do esporte pensam disso? De acordo com Loehr (1990) cada esporte tem uma serie de características mentais e físicas peculiares. Ele afirma que o tênis é um dos esportes mais difíceis de ser praticado, e cita algumas razões pelas quais este esporte provoca tensões:

1. A partida é individual;
2. Não se pode pedir tempo;
3. O treinador não pode dar instruções, exceto em competições da Taça Davis;
4. O sistema de pontuação é independente da duração da partida;
5. As partidas podem durar várias horas;
6. Há muita cobrança por parte dos pais, clubes, amigos, imprensa e principalmente dos patrocinadores;
7. E principalmente o jogador enfrenta um adversário real.

Segundo Weinberg (1988) o tênis é um esporte difícil do ponto de vista mental por diversos motivos, entre eles pode-se destacar que o tênis é uma prática que requer uma combinação precisa entre coordenação, tempo de bola, velocidade, tomada de decisão e habilidade. Na realidade, foi descoberto que os jogadores realizam de 900 a 1000 tomadas de decisões, sendo que estas são feitas geralmente em menos de um segundo. Um segundo aspecto que deve-se tomar em conta é a parte biomecânica do esporte, ou seja, se o angulo da raquete no momento do impacto com a bola, variar de alguns graus, o resultado pode ser uma bola na rede ou fora dos limites da quadra.
Um terceiro ponto que tem grande relevância é o tempo morto, ou seja, os momentos entre os pontos e durante as trocas de lados. Como o tempo real de jogo é aproximadamente um terço do tempo total de jogo, durante esse tempo morto o jogador pode concentrar-se, planejar o que pretende fazer, raciocinar de maneira positiva ou negativa, e neste instante pode aparecer a ansiedade, as distrações e preocupações que podem produzir erros mentais e por consequência erros técnicos na execução dos gestos. Além disso, para a comunidade científica o sucesso ou o fracasso estão ligados a uma combinação de habilidades físicas tais como: força, velocidade, coordenação e flexibilidade e habilidades mentais como: concentração, confiança e motivação principalmente. Geralmente, o aspecto psicológico é pouco ou nada treinado com jogadores infanto-juvenis, por falta de domínio desta área pelos técnicos, por falta de tempo, por falta de um psicólogo especialista em tênis trabalhando com a equipe, por falta de dinheiro ou pela falsa crença de alguns profissionais que o controle das emoções e a força mental é inata (personalidade) ou é adquirida através de experiência em competições.
Conclusão: é de grande importância que os treinadores e jogadores entendam que a preparação psicológica é um treinamento igual à preparação física, ou seja, deve ser treinada regularmente, planejada, de forma específica para o tênis e de acordo com as características de cada tenista.

(Fonte: Blog Mental Tennis)

16/09/2013

Porque o treinamento mental no tênis é tão importante

Muitos jogadores e treinadores falam que o tênis é um esporte mental. O jogador ex número do 1 do mundoJimmy Connors, relata que na sua opinião o tênis é 95% mental. Mas o que os especialistas de psicologia do esporte pensam disso? De acordo com Loehr (1990) cada esporte tem uma serie de características mentais e físicas peculiares. Ele afirma […]
10/09/2013

O rei do saibro conquista um dos feitos mais duros do tênis

Superherói. Estratosférico. Onipotente. Infinito. Faça como os jornais espanhóis e escolha seu adjetivo. Patriotadas à parte, Rafael Nadal merece cada um deles. E alguns mais. O Rei do Saibro acaba de conquistar um dos feitos mais duros – quase literalmente – do tênis. Com uma das melhores atuações de sua carreira, derrotou Novak Djokovic e conquistou o US Open pela […]
06/09/2013

O Poder das Cordas

ocê comprou uma raquete que achava que era a ideal para o seu estilo. Ela parece que funciona para você, mas, na hora do “vamos ver”, na hora de realizar aqueles golpes que você fazia com seu antigo modelo, a coisa não anda. Não há sensação pior.Você desanima, acha que jogou dinheiro fora. Porém, já pensou que o problema pode […]
06/09/2013

Imagina a Mona Lisa perdendo a cor e a Capela Sistina ruindo…A arte de Federer está em risco?

Imagine se, a cada ano, a Mona Lisa fosse perdendo um pouquinho da sua cor e da sua forma. E o teto da Capela Sistina ruísse grão por grão. Dia a dia. E se as notas da nona sinfonia fossem se embaralhando até se transformarem em um emaranhado sonoro. E se os fãs dos Beatles esquecessem os versos de Yesterday? […]
05/09/2013

Aos 80 anos, 39 deles dedicados ao tênis, Maria Helena esbanja boa forma.

Maria Helena Xavier Barbosa é um exemplo de que a idade não é uma barreira para a prática de exercícios físicos. Aos 80 anos, ela mostra flexibilidade, boa forma e, principalmente, vitalidade. Na quadra de tênis, corre de um lado para o outro em busca da melhor rebatida e da vitória. E vencer é rotina para Maria Helena. O currículo […]